google-site-verification=5tzHnb7O2zWk0DMsqvxU3_KUKXEZofmGSLoL3PK0dnY
28/04/2019 às 20h05min - Atualizada em 28/04/2019 às 20h05min

Cães em dias de chuva, com trovões e a umidade excessiva

Rodrigo André Pompermayer
Apesar dos cães terem sua origem fora do ambiente atual, a sua adaptação na domesticação trouxe alguns fatores que contribuíram para o desenvolvimento de algumas doenças e traumas.

Com a chegada a época de chuvas e a queda de temperatura, os ambientes ficam mais úmidos que nas demais épocas do ano, colaborando para que os fungos se proliferem entre os pelos e na pele do amigo de quatro patas, uma forma de evitar é manter ele sempre seco e em um local seco e com a menor umidade possível. Se o cão for idoso e já tiver desenvolvido problemas nas articulações a atenção deve ser maior, pois se ele ficar molhado a temperatura irá baixar mais e as dores poderão também ser maiores causando mais sofrimento a ele. É nessa época que casos de gripe canina podem evoluir para um quadro de pneumonia, mantenha seu amigo sempre vacinado.

Outra fator que pode causar alteração no comportamento deles é quando chove, os pingos podem provocar certo desconforto quando tocam a pele, nesse caso essa sensibilidade pode ser combatida com a prática de brincar com ele  em dias de chuva leve sem que tenha trovões. E por falar nisso, assim como ocorre com os fogos de artifício, os trovões provocam as mesmas consequências devido a grande sensibilidade em relação a audição deles. É importante que em dias de temporais seja disponibilizado ao amigo de quatro patas um local em que ele se sinta seguro.

Um fator preocupante da época é a questão das zoonoses, doenças que podem ser transmitidas ao “homem”, uma delas é a leptospirose, que o cão pode ser contaminado ao entrar em contato com a urina do rato. Ao desenvolver a doença o cão fica debilitado, tem febre, perde o apetite, tem vômitos, desidratação, fezes e urina com sangue, se não tratado de forma correta e rápida pode levar a morte.
 
Com o objetivo de proporcionar um tratamento ideal com a presença em tempo integral de uma médica veterinária, a Amora Silvestre Tratamento Animal tem monitoramento com câmeras em todos os ambientes além da área de banho e estética ter uma vitrine para que o tutor possa acompanhar e ver como seu amiguinho é tratado.
 
A Amora Silvestre – Tratamento animal fica na rua Sete de Setembro, 1151-D próximo a praça da Liberdade no bairro Presidente Médici em Chapecó.
 
Entre em contato pelo Whatsapp 49 99171-9100 ou faça-nos uma visita.


Siga-nos nas redes sociais
CLIQUE AQUI para o Instagran
CLIQUE AQUI para o Facebook
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual o melhor posicionamentos dos containeres em Chapecó

94.7%
5.3%
Fale Conosco pelo Whatsapp
Atendimento
Conte-nos o que está acontecendo! Fale conosco pelo Whatsapp